30 de jul de 2010

3 de jul de 2010

SORRY


Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz
Preciso mergulhar nos seus olhos

Amar-te sem braços ou abraços

como quem procura no teu olhar
– o ar –
Preciso amar-te sem tropeçar em silabas
Sem esbarrar em frases feitas
– refeitas –
Preciso amar-te com os olhos
Calar a voz
E sentir...
Somente sentir
o verbo
– amar –